Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Minha Vida e Eu

Uma mudança de inicio de ano, mudar para inspirar!

08
Abr16

Casa Nova - O Balanço #1

Ana Gomes

Mais uma vez venho dar um balança sobre a casa nova. 

Ao fim de duas semana na casa nova deparamos e reparamos nas mudanças no nosso descanso, no descanso dos filhos assim como na saúde de todos! 

De um dia para o outro deixei de ter insónias... quando na casa antiga acordava às 2h da madrugada e era por ali fora sem dormir até ter que vir trabalhar, agora na casa nova durmo, acordo e volto a adormecer! 

Outra situação que reparei é a qualidade da água, apesar do prédio ter cerca de 20/25 anos os canos já devem ser de PVC pois mesmo a casa fechada ao abrir uma torneira a água nunca saiu com ferrugem! 

Na casa velha tomava banho e ao fim de um dia o meu cabelo parecia uma fábrica azeite! Hoje em dia tomo banho e o meu cabelo fica limpo, sedoso e sem oleosiodade durante uns dias largos! Só para terem noção que a qualidade da água é tão boa que eu tenho problemas de pele (eczema) e depois de tomar banho ficava bem mas ao final de dois dias começava a coçar-me toda! 
Agora não há comichão em lado nenhum... nem braços, nem pernas em nada! 

Outra vantagem e bem grande de ter mudado... antigamente era impensável vir dar uma volta a pé ao quarteirão, pois a partir das 20h naquela terrinha não se passa nada, está tudo enfiado no buraco de casa e ninguém sai de lá! 

Na nova casa, jantamos pelas 20h e pelas 21h depois de eu arrumar a cozinha é hora de passeio a pé. Há sempre gente na rua a passear, há montras de lojas para se ver, cafés abertos, grupos de amigos animados nas esplanadas á conversa! Os pequenos adoram vir passear a pé! 

É só vantagens, a que mais me agrada é mesmo ter a escola dos pequenos a 2 minutos de casa e a mãe ali ao ladinho quase à porta! 

Para além que na porta ao lado está a irmã! 

Se sabia já tinha mudado à mais tempo! 

 

08
Abr16

O que levarias na mochila?

Ana Gomes

Já que a discussão está instalada nas redes sociais, meios de comunicação social e afins... cá vim eu meter o bedelho e um bocadinho de veneno! 

Não pronto! Não vou meter veneno mas vou só desancar em certos conhecidos que praticamente se acham no prazer de poder levar o que realmente lhes dá na gana!

Pois bem começando pelo sr. Rui Reininho que levaria um livro, entre outras coisas claro, até concordo! Um livro é sempre um companhia para aquele momentos de solidão, mas e de noite como o li-a se não levava nenhuma lanterna com ele? Só o poderia ler durante o dia! E se chovesse como fazia para o ler? E quais os locais onde poderia ler para além dos campos de refugiados? Seria onde? No barco enquanto atravessa o mar Egeu? 

Ok mudando de personagem! 

A senhora dona Joana Vasconcelos disse que levaria as jóias, iphone (esqueceu-se do carregador), e malhas para tricotar! Ok ok... as malhas ainda passavam, mas iphone? Vai fotografar a viagem? Tudo bem que leve um meio de comunicação, mas será que pensou que poderá não conseguir carrega-lo? Os iphones não têm baterias que possamos substituir! 

As jóias desta senhora...Ò meu Deus, livrai-me do mal... mas esta mulher deve estar louca! Para que quer ela levar as jóias todas na mochila? Só se for para ir vendendo em casas de penhores para ganhar algum para a viagem! Ou não se recordará ela que o trajecto seria o mesmo dos refugiados Sírios e que ela poderia perde-las no mar Egeu? Ou então ao tentar entrar na europa algum dos países nórdicos confiscariam-lhe as mesma para que servissem de pagamento pela estadia dela naquele país! 

Poucos foram os famosos com um pouco de sensatez! 

Será dificil para nós que temos casa e vivemos num país sem guerra, imaginar o que levar na mochila que nos fosse útil em toda a viagem! Mais ainda, temos que pensar que muitos de nós temos filhos pequenos e as coisas se tornariam quase insuportáveis de fazer com eles! Não seriam viagens fáceis com pequenos. Só de imaginar dá-me um aperto no coração! 

 

Agora estão vocês a pensa, "ah e tal e estás para aí a mandar bocas mas ainda não disses-te o que levarias!" pois é verdade, não disse mas vou tentar dizer! Não será fácil eu sei, mas tentarei! 

 

Primeiro de tudo o essencial:

Lanterna

Garrafas com água (cada um de nós teria uma mochila, somos 4)

Comida em lata a pensar mais nos pequenos que em nós adultos (isto iria na mochila dos pais) 

Fraldas e Dodots para o mais novo (sei que não poderia levar toneladas, mas pelo menos umas 5 fraldas e 2 pacotes de dodots na mochilinha dele)

Casacos para nos aquecermos

Uma manta se assim nos fosse possível

Mudaria de um smartphone para um telemovel normal o qual adicionaria mais umas quantas baterias e respectivo carregador. Assim sempre que possivel entraria em contacto com a minha familia!

Deixaria os meus filhos colocarem na mochila deles um brinquedo pequeno para se distraissem e um peluche para os aconchegar!

Levaria comigo um livro de orações que tenho! 

Lógicamente que levaria dinheiro comigo, os nossos documentos e os cartões multibanco para podermos pagar ou levantar dinheiro sempre que fosse preciso. 

 

A partir daqui seria tentar chegar ao destino o mais rapidamente possivel e pedir ajuda a quem me a pudesse dar! 

Nem sequer me consigo imaginar numa situação destas! 

Este post está a ser doloroso de escrever, porque não me consigo imaginar a deixar casa, familia e a minha vida para trás! Não me imagino a viver num país em guerra! Não me imagino a ver os meus filhos perderem tudo e todas as comodidades que têm e sofrerem horrores! 

Isto é mais dificil do que podemos imaginar! Doloroso isso garanto, mais ainda quando pensamos que poderemos ser nós, os nossos e os nossos filhos! 

08
Abr16

Blog vs Facebook

Ana Gomes

Antes de iniciar o blog no sapo, como sabem tinha este pedacinho de mim num outro servidor. 

Não lhe ligava muito ou quase nada! Passava os dias com o facebook ligado a ver os post que os amigos colocavam e passava o dia naquilo. 
Ora likes aqui, ora comentários ali e mais um like! 
Até que vi um blog que pouco movimento tem de uma prima e vi que ela o tinha criado no sapo! Vim investigar e adorei a plataforma e como tal decidi criar uma conta só para experimentar! 

O primeiro post que fiz foi sobre as birras dos meus filhos que ao fim de um dia estavam nos destaques... fiquei de boca aberta quando naquela manhã abri o sapo blog e vi o meu post! Super entusiasmada lá fui eu ver mais possibilidades do novo blog... descobri que podia sim podia transferir o meu antigo blog para o sapo! Uau! Adorei! E foi imediato! 

Maravilha tudo o que tinha desabafado para um saco sem fundo entrou num servidor que me dava feedback! 

Aos poucos fui-me desligando do facebook! Quando antes até ao jantar estava por vezes agarrada aquela porra! Principalmente se houvesse jogos de futebol! 

Assim comecei a passar mais tempo no blog, ler post de outros bloggers e facebook nem vê-lo! 

Ontem caí em mim quando o meu marido me diz "partilhei umas fotos contigo no face não viste?" fiquei a olhar para ele e abanei com a cabeça em sinal de negação. 

Ele espantado diz-me "não tens ido ao face? estás bem?"

Lá peguei no telemovel e toca a ir ver... já não sinto aquele entusiasmo de estar no face de ver os post dos outros de partilhar, de comentar ou colocar likes! 

Agora a minha dependência é o blog... passo o dia aqui a ver post e a comentar... a colocar os meus e a responder aos comentários!

Um dia sou despedida e depois o sapinho vai ter que me arranjar emprego! 

Twitter

instagram

Blogs de Portugal

Parcerias

Desafio de Leitura

Leituras & Livros

Bloglovin

Follow