Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Minha Vida e Eu

Uma mudança de inicio de ano, mudar para inspirar!

23
Mai18

5 maneiras de simplificar as limpezas de Primavera

Ana Gomes

5 Maneiras de simplificar as limpezas de Primavera

 

 

 

1. Crie listas de tudo o que quer fazer.

Cozinha

- Armários

- parte superior

- juntas

 

WC 

- Juntas

- Prateleiras

 

Sala

- Cortinados

- Janelas

 

2. Uma divisão de cada vez.

Não queira fazer tudo de uma vez só, diz o ditado que depressa e bem há pouco quem! 

 

3. Aproveite para destralhar

Já que vai organizar aquele armário aproveite para destralhar.

 

4. Não seja picuinhas.

Não é necessário estar com muitas etiquetas e tentar acabar com aquelE pelinho ou particula de pó que anda no ar. 

O importante é limpar principalmente aquelas zonas que não dámos atenção durante o resto do ano.

 

5. Tire tempo para pequenos detalhes.

Rodapés de casa, em cima de roupeiros ou armários aproveite agora para os limpar.

22
Mai18

7 dicas para se tornar a sua própria organizer

Ana Gomes

Pois pois muitas vezes me perguntam como consigo ter tempo, ou que faço tudo o que quero e chegam mesmo a dizer que eu é que tenho uma vida com qualidade por conseguir fazer de tudo. 

Se calhar até é verdade aos olhos dos outros, mas consegui tudo porque simplesmente tornei organizada entrando algumas regras lá em casa. 

Hoje decidi deixar-vos umas dicas para se tornarem organizados em casa ou os vossos prórpios personal organizer! 

 

1. Compreender

O principal é entender o porque da desorganização, como tudo ficou naquele estado e o que queremos fazer. 

Não se mande de cabeça numa tarefa desta dimensão perde a vontade num piscar de olhos... aconteceu com a minha mãe, comprou livros, leu, etc. começou a organizar e ao fim de uma divisão (despensa) parou! 

Com calma entenda o que está mal, como quer fazer, elabore um pequeno estudo. 

 

2. Dar tempo ao tempo

Roma e Pavia não se fizeram nun dia! 

Se pensa que terá a casa toda organizada num dia esqueça! Mas esqueça já porque isso nunca vai acontecer. 

Comece com calma sem stress e vá fazendo, depois de conseguir organizar tudo é só manter.

 

3. Disponibilidade

Não diga que vai fazer a tarefa Y num dia... vai correr mal! 

Tudo bem que tem que programar e organizar mas tem de entender que vai ter de ver que irão acontecer imprevistos tenha tempo livre para estes imprevistos.

 

4. Subtilmente se faz um pedido de ajuda. 

Tudo bem que os actos são uma forma de ensinar, mas não é somente com os actos que os outros aprendem. 

A maneira como falamos muitas vezes para os mais novos faz com que assimilem a informação de forma diferente. 

Não diga aos pequenos "Tu deixas sempre as tuas coisas espalhadas..." opte antes por formar uma frase de forma positiva de forma a que captem o sentido de arrumação como uma coisa divertida "vamos arranjar uns cestos para os brinquedos não andarem espalhados?" vai notar uma diferença no pequeno e vai começar a arrumar as coisas. 

Lá em casa funciona bem, peço-lhes mesmo para que quando acabarem de brincar arrumem as suas coisas e fazem-no.

 

5. Acordos e subornos

Não queria utilizar a palavra suborno mas tem de ser... que tal fazer um acordo com os mais novos para ter uma mãozinha extra? 

Lá em casa há Dinheiro para quando são eles a arrumar o quarto deles e fizerem a cama. Dá um jeitaço que o façam... 

Ainda no domingo depois da comunhão sem que ninguém pedisse o mais novo ajudou-nos a trazer a louça para a cozinha e arrumar tudo! A recompensa? Uma nota de 10 € porque ele sim deu uma grande ajuda. 

 

6. Acção 

Hora de começar a trabalhar... hora de começar a tratar de organizar tudo, mas leve em consideração que o deve fazer com calma.

 

7. Realização

É tão bom quando acabamos de organizar e sentimos que atingimos os objectivos. A sensação de realização é mesmo boa acreditem! 

 

 

Espero que vos sejam úteis estas dicas e aproveitem para organizar.

21
Mai18

Benefícios da Organização

Ana Gomes

Quer queiram quer não sermos organizados trás beneficios... muitos! 

Vou então deixar-vos aqui quais os beneficios que encontrei na minha vida desde que me tornei a minha própria personal organizer. 

 

1. Tempo

Por mais que digam que não é mesmo verdade. 

Quando nos tornamos organizados temos muito mais tempo para nós, para a familia ou para fazermos o que mais gostamos.

 

2. Felicidade

Com tempo e felicidade tudo fica mais fácil. Quem não gosta de uma casa arrumadinha, bem organizada? 

Chegar a casa e ter tudo no lugar depois de um dia stressante de trabalho é outra coisa, sem dúvida mas é preciso fazer por isso. 

 

3. Espaço

Quando organizamos destralhamos, doamos itens que não utilizamos ficamos com mais espaço. Espere? Não comece já a pensar o que vai lá colocar não faça isso. 
Aproveite e deixe esse espacinho ali na prateleira vazio vai ver como vai adorar e quando organizar toda a casa vai notar uma grande diferença.

 

4. Conforto

Chegar a casa e ver tudo arrumado poder desfrutar e descansar um pouco reconforta-nos! 

 

5. Vício

Sim... por muito que digam a verdade é que quanto mais organizo mais quero organizar, tornou-se um vicio e um ciclo vicioso. 

Mas é tão bom! 

 

6. Dinheiro

é verdade ganhamos dinheiro. porque organizando tudo poupamos dinheiro, afinal destralhamos não temos de comprar material para organizar, não compramos assim poupamos! 

 

Comecem a organizar a vossa casa, será um processo longo por vezes demorado mas que vale bem a pena! 

16
Mai18

20 coisas a fazer em casa já este mês

Ana Gomes

Pode parecer estranho eu conseguir realizar em menos de 2 semanas estas 26 tarefas mas vou tentar sem dúvida.

 

1. Organizar gavetas roupa interior

2. organizar roupeiros

3. Almofadas novas (comprar)

4. Dar uso às portas dos armários e de casa 

5b96345b8354d167b718e42bf15905a7.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5. Tirar tudo o que não usamos das gavetas e dos roupeiros

6. esconder os fios dos aparelhos todos

7. Começar a ter plantas dentro de casa

8. Limpar a casa de energias negativas (implementar feng shui)

9. Ter stock de enlatados e água (nunca se sabe o que pode acontecer)

10. Comprar nas lojas do Euro 

11. Resolver o meu problema com as mantas que andam espalhadas pela sala (cesto)

12. Tratar das juntas dos WC e cozinha que estão sujas

13. Destruir papéis e facturas antigas

14. Colocar os panos de cozinha no lugar eles saem mas quase não voltam

15. Doar material de Crafts que não utilizei (doar à escola, associações...)

16. Decorar a casa com um Bouquet de flores

17. Criar uma base de carregamento na entrada 

18. Limpar o ar condicionado do carro

19. Organizar os produtos limpeza na despensa e no armário

20. Limpar os acentos de trás do carro e protege-los de novo

03
Mai18

Costa Vicentina - Um paraíso

Ana Gomes

Antes de começar quero dizer-vos que desta vez não me esqueci de nada!!! Nem documentos nem máquina, se é que se lembram que na viagem a Marvão tive voltar para trás! Leiam AQUI

Agora quero palminhas para mim! 

 

A Minha Vida e Eu.png

 

 

5 da manhã acordei, comecei a tratar de tudo o que faltava para a nova viagem, lá iamos nós rumo a sul mas teriamos de sair cedinho. Uma pequena viagem que me iria permitir descansar de pequenos problemas no trabalho, precisava de desligar. 

Esperavam por nós cerca de 5 horas de viagem a qual com 2 pequenos se torna impossivel de fazer seguida, mas com uma saída prematura nos permite fazer mais de metade da mesma com eles a dormirem. Um descanso!

Perto das 11 horas estavamos em Vila Nova de Milfontes, paramos para lanchar e esticar as pernocas, os pequenos já começavam a dar de si. 

Decidimos que iriamos directos de Vila Nova de Milfontes até Odemira onde iriamos ao supermercado comprar pequenas coisas para ter na casa para lanches, pequeno almoço e petiscar. 

Feitas as compras era hora de procurar um restaurante para almoçar e relaxar um pouco. 

Encontramos o Fonte Ferrea dentro de um jardim lindo mesma na entrada de Odemira, já tinha lido sobre o restaurante.  

Comida Fantástica a preços acessiveis, para além da simpatia e paciência dos donos com os pequenos. 

 

O tempo não estava famoso, quando marquei esperava sol, não pedia calor mas solzinho mas não o S. Pedro com a sua bipolaridade deu-nos um pouco de tudo! 

Acabdo o almoço estava na hora de partir em direcção a Brejão, uma pequena vila perto de Azenhas do Mar. Uma casinha tipicamente alentejana, Monte da Boavista, o repouso na costa vicentina junto ao campo mas com a Praia mesmo ali ao lado.

De forma calorosa e simpatica foi-nos indicada a casinha que ficariamos e mal abrimos a porta somos recebidos com um miminho tão bom. 

20180428_140346.jpg

 

 

Chegava a hora de colocar tudo no sitio, aproveitar o resto da tarde para descansar da longa viagem. 

Um refugio que nos permitia estar descansados no jardim junto á piscina e os pequenos andarem por ali a brincarem sem qualquer problema no pequeno parque que lá existe.

 

 

Ao final do dia na esperança de conseguir um lugar no unico restaurante em Azenha do Mar lá fomos nós pelas 18:00 até lá, mal chegamos estava repleto, uma tristeza imensa porque as vistas compensavam tudo. Pelo menos ficamos com as vistas maravilhosas! 

11.png

 

O segundo dia começava, estava eu na cozinha a preparar o pequeno almoço quando ouvi qualquer coisa a bater na porta, abri e dei de caras com um saco com um pão alentejano para o pequeno almoço! Ó meu Deus a minha perdição logo pela manhã, assim ninguém aguenta! 

Todos os dias nos foi dado um pãozinho alentejano para o pequeno almoço.

Estava na hora de sair a caminho de Sagres, apenas a uma hora de viagem pela nacional entre vilas alentejanas chegavamos a Sagres. 

Um mar de gente, nunca imaginei que estivessem tantos turistas ali, mas estar naquela pontinha de Portugal apreciar o mar e as arribas valeu a pena mesmo que não tivessemos entrado no forte! 

 A tarde essa foi passada em casa, no descanso de um monte alentejano, com o solzinho bom que brilhava lá no céu e nos dava alguma vitamina D. 

Nesse mesmo dia à noite fomos até ao Cabo Sardão sei que o deveria ter feito de dia, mas não fomos à noite mesmo para ver o Farol.

 

Terceiro dia saimos já muito na hora do almoço o tempo não nos deixou sair de casa mais cedo, choveu a manhã toda. 

Acabamos por sair pelas 11:30 em direcção a Aljezur, iriamos á Praia dos Clérigos almoçar, mas chegado lá o São Pedro mais uma vez contemplou-nos com uma chuva intensa que não nos deixou sequer sair do carro para andar 200 metros até ao restaurante. Era impensável faze-lo com os pequenos iriamos todos ficar encharcados. Decidimos então sair dali e procurar outro restaurante lá pesquisamos no GPS do carro e começavamos uma viagem de cerca de 20 minutos por pequenas estradas no meio do monte até que demos de caras com uma praia com um pequeno bar que serve refeiçoes. 

Estavamos literalmente no Paraíso do Mar (nome do pequeno barzito).

1.png

 

Praia da Amoreira... uma pequena praia ali mesmo depois das montanhas, lindissima! 

Após almoço e passeio na praia estava na hora de partir para onde? Para a casa, porque os pequenos adoraram tanto aquilo que nem queriam sair de lá! 

Lá fomos nós sem pelo caminho passar em Odeceixe e visitar o pequeno moinho que lá está bem no alto e nos deixa contemplar a pequena vila. 

9.png

Discover the CoastsHidden surf Spots (1).png

 

 

 

A tarde passada em descanso em casa, apanhar sol, brincar com os pequenos rirmos e até chorar de tanto rir. 

O jantar ficou decidido que iriamos até à Zambujeira do Mar ali a 15 minutos de Brejão, acabamos no Casino da Ursa uma excelente pizzaria e como em todo o lado que estivemos a simpatia imperava na casa. 

O pão de alho fabuloso e umas pizzas de massa fina de comer e chorar por mais! 

 

Quarto dia, era hora de acordar e começar a arrumar tudo para virmos embora, mais uma vez o pão alentejano estava na porta da casa! 

Sai para colocar o lixo no local e finalmente conheci a D. Fernanda uma senhora super simpática e bem disposta, a senhora que todos os dias nos deixava o pão na portinha. 

Era hora de regressar ao Porto para nossa infelicidade começava a nostalgia daquele pequeno recanto alentejano que nos permitiu descansar por 4 dias, era a hora de partir.

 

 

Locais a Visitar

  • Zambujeira do Mar
  • Cercal
  • Odemira
  • Azenha do Mar
  • Praia do Carvalhal (Brejão)
  • Odeceixe
  • Carrapateira
  • Sagres
  • Lagos

 

Locais onde comer

  • Casino da Ursa (Zambujeira do Mar)
  • Fonte Ferrea (Odemira)
  • Eira do Mel (Vila do Bispo - Sagres)
  • Restaurante Azenha do Mar (Azenha do Mar)
  • O Sargo - Praia dos Clérigo (Aljezur)
  • Paraiso do Mar - Praia da Amoreira

 

 

 

 

 

 

Twitter

instagram

Blogs de Portugal

Parcerias

Desafio de Leitura

Leituras & Livros

Bloglovin

Follow