Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Minha Vida e Eu

Desabafos, Organização, Costuras, Dicas, Viagens e Miúdos!

15
Mai19

10 tendências de decoração que eu odeio

Ana Gomes

Sim... não sou muito fashion foward em relação a decoração gosto de ter as coisas bonitas em casa mas há certas tendências que me dão comichões gravissimas! 

Prontos para a minha urticária decorativa?

1. Papel de parede teatral

Por favor poupem-me... papel de parede com desenhos excessivos ou paisagens mata-me! Quando passar a moda do papel de parede ou ficarem cansados toca a mudar. 

2. Chão anos 70

Sim estão de volta não só o hidraulico (que eu ate acho engraçado) mas também aquele compósito que me faz lembrar o chão dos talhos nos anos 70/80.

terrazzo.jpg

foto do pinterest

3. Electrodomésticos coloridos

Sou sincera que já passei pela faze de querer muito um SMEG (não me pagaram para publicidade) em que queria muito um frigorifico colorido. Hoje prefiro os branquinhos. 

4. Azulejos Brancos para tudo

Aqueles bem finos (estreitos) para decorar em toda a parte... a sério tenham paciência mas há tanta coisa bonita para se colocar faz-me lembrar as paredes do metro. Até posso estar errada mas detesto esta coisa.

d4f0fbf5709f88a3a70d64378907ba33.jpg

Foto Pinterest

5. Monogramas nos atoalhados

Personalização sim, mas não chego a tanto... para quê fazer o monograma nos atoalhados? A sua casa é algum hotel? 

6. Mistura de vários estilos de cadeiras

Já passou a época disso... ter mais de um estilo de cadeira à volta da mesa para mim dá-me cabo da paciência.

e774e798b64c47d25bdca3f99c438e3e.jpg

Foto do Pinterest

7. Moniliário em Acrilico

Esta para mim não tem qualquer tipo de comentário possível ou imaginário simplesmente repugna-me.

8. Ventoinhas no Teto

Graças a Deus isto é daquelas americanices que por cá só avistei uma vez e chegou... o trauma ficou.

9. Dispensador de sabão no WC

Sim aqueles de pousar no balcão ou colocados na parede... para mim um desperdicio de tempo é bem mais fácil ter um sabonete ali mesmo pousadinho do que o dispensador.
Muitas das vezes se for num daqueles WC que não é usado a não ser quando haja convidados o sabão acaba por endurecer.

10. Cabeças de animais (esqueltos) na parede

Ah e tal o tio caçou isto e aquilo e ficou com o esqueleto... please pessoal nem o par de cornos do veado por favor porque um dia vai haver uma foto de familia de costas para ESSA parede que vai correr muito mal!  

09
Mai19

Como me aguento?

Ana Gomes

Desde que começou este reboliço todo à volta da doença do meu pai, da sua morte tenho-me aguentado bem até de mais... sem medicação ou quase... a única coisa que tomo é algo para os meus ataques de pânico e só os tomo quando estou mesmo aflita.

Mas estes últimos dias têm sido complicados, começo a cair na real que afinal já não tenho cá o meu pai, porque até agora achava que era só uma coisa passageira! Talvez por o ter tido longe de mim por 3 meses em Pamplona não assimilei muito bem as coisas.

Agora com o inicio das rotinas a voltarem ao normal as coisas começam a ser mais reais e eu começo a "afundar" estou em negação e querer manter-me sem medicação mas que sinceramente acho que não vou conseguir adiar o inevitável! 

Mas no trabalho para não stressar muito o que faço é mesmo auriculares nos ouvidos e música para cima nas alturas... ouvir os outros é zero sabe mesmo bem!!! 

Músicas que me acompanham? Anos 80 as minhas músicas desde U2, ZZ Top, Bon Jovi, Metallica... se vocês entrassem aqui iriam ver-me a trabalhar, abanar a cabeça e a cantar (playback)! 

24
Abr19

Ai as heranças...

Ana Gomes

Eu casei-me em 2011 mas já ia "vacinada" de dois divórcios na família!!! 

Eu casei-me com convenção antinupcial de Separação de bens porque é tudo muito bonito mas quando mete dinheiros a coisa muda! 

Agora após o falecimento do meu pai andam todos às aranhas porque uma está divorciada mas ainda as dividas a cair-lhe em cima, outro porque está divorciado vive em união de facto e andam-lhe a cair em cima! O outro irmão está na paz porque é solteiro e não tem com que se chatear e eu sossegada porque fiz convenção até que os "invejosos" (não falo dos meus irmãos mas sim de pessoas externas ao assunto) andam para aí a dizer que não é bem assim, porque afinal a separação de bens não é bem assim... 

As más línguas continuam a dizer que separação de bens após o divórcio ele poderá ir buscar a parte dele! 

Questionei como assim... se afinal ele vai buscar a parte dele não é preciso pagar mais 100 ou 200 euros para fazer uma convenção que não salvaguarda as coisas? O que diz a lei e bem explicita é que na convenção de separação de bens tudo o que é dos nubentes antes ou depois de casamento pertence a cada um! O cônjuge só terá direito a herança em caso de morte! 

Mas meus senhores e minhas senhoras, comigo nem nisso... porque deixarei em testamento que em caso de morte o meu dinheiro será distribuído em partes iguais pelos meus filhos sendo que o marido só terá direito a um valor mínimo! 

Estou vacinada e mais que vacinada e por mim chega desta conversa de invejosos que só querem meter veneno na cabecinha das pessoas porque acham que Comunhão de bens, Separação de Bens e Comunhão de Adquiridos é tudo a mesma coisa! 

Se assim fosse qual seria a lógica das convenções anti nupciais! 

 

 

22
Abr19

Pois é eu bem queria mas não dá!

Ana Gomes

Recordam-se quando na semana passada falei AQUI da quantidade de roupa que tinha comprado e que iria reorganizar os meus roupeiros a ver se conseguia fazer algo mais do que simplesmente organizar roupa.

Pois bem organizar está feito mas fazer o que queria ficou impensável mesmo no roupeiro da marca sueca. Fico sem local para os vestidos que lá tenho guardados e teria de os passar para o roupeiro do marido que já está cheio que chegue (de coisas que ele se recusa a dar porque não veste mas ele acha que sim).

Assim a única coisa que vos posso aqui deixar é o meu roupeiro depois de organizado em tons monocromáticos.

IMG_2142.JPG

 

10
Abr19

E agora?

Ana Gomes

Sinto-me sem energia, parece que o que me fazia levantar de manhã desapareceu! 

Verdade seja dita os meus filhos são outra das razões que me fazem levantar, mas parece que tenho o mundo às costas... ora porque tenho de ter atenção à mãe, ora porque tenho de ter atenção aos meus irmãos, ora tenho de ter atenção aos sobrinhos ou porque tenho de ser actriz para os meus filhos quando só me apetece chorar! 

Por mais que nos confortem com palavras, abraços e beijos nada faz-nos superar a perda de um pai! 

Por mais que o marido me ligue várias vezes e me diga sempre "Se precisares de ajuda pede!" tudo é dificil. 

A adrenalina que corria nas veias todos os dias, que me fazia sair do trabalho a correr para o ir ver desapareceu, e com ela foi toda a energia. 

É doloroso voltar à minha rotina, muito penoso saber que cada vez que entrar na porta do escritório dele não o verei sentado na cadeira, não o ouvirei mais a chamar por mim! 

Mesmo depois de 3 meses fora da empresa, o que até já me poderia ter habituado mas agora é diferente... agora sei que ele não voltará! 

Não passou nem uma semana, passaram 2 dias desde o funeral mas a saudade é enorme! 

Estes dois últimos dias fizemos jantar em casa da mãe onde estivemos todos presentes, mas para mim faltava ali ao meu lado esquerdo uma das peças chaves da minha base de apoio! Falta-me ali aquele murmurinho a resmungar que o meu pequeno mais novo não come! 

Sinto muito a falta dele é doloroso, mais do que poderia imaginar. 

Já tinha sentido a perda do meu avô o único que conheci e não me recordo de tanta saudade e dor como agora! 

Sei que o caminho é para a frente, sei que tenho de fazer cara bonita e de forte para que nenhum de nós desabe mas é doloroso! 

Pai sinto a tua falta mais do que nunca, não te esquecerei e sempre recordarei o que de bom tivemos juntos. As nossas viagens a 6 (familia) para a alemanha de carro, as viagens de final de semana, os jantares, os aniversários, os finais de semana em tua casa na piscina mas o que mais me vai custar é continuar a fazer férias de verão no mesmo local e não te ver lá naqueles últimos dias que passavamos juntos! 

 

NOTA: O dia 5 continua a ser o mau olhado. 

5 Março 1972 - Avó Materna

5 Setembro 1994 - Madrinha (irmã da mãe)

5 Janeiro 2000 - Avô Materno

5 Maio 2000 - Tia Materna

5 Abril 2019 - Pai 

 

 

 

13
Mar19

Sabem o que eu gosto mesmo? #2

Ana Gomes

Alguém conhece pessoas (se é assim que lhes podemos chamar) que dizem que familiares são aqueles que têm o mesmo sangue deles? São unicamente os filhos, sobrinhos, tios, pais, irmãos, primos... pois é... agora aquilo que eu gosto mesmo! 

O que eu gosto mesmo de ver é nas redes sociais desta gente fotos de capa de pessoas que segundo afirmam com orgulham são família!!! WHAT??? Mas quem consta das fotos não é do mesmo sangue??? E agora??? 

Dá-me urticária! 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Twitter

instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

As minhas Leituras