Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Minha Vida e Eu

Desabafos, Organização, Costuras, Dicas, Viagens e Miúdos!

10
Abr19

E agora?

Ana Gomes

Sinto-me sem energia, parece que o que me fazia levantar de manhã desapareceu! 

Verdade seja dita os meus filhos são outra das razões que me fazem levantar, mas parece que tenho o mundo às costas... ora porque tenho de ter atenção à mãe, ora porque tenho de ter atenção aos meus irmãos, ora tenho de ter atenção aos sobrinhos ou porque tenho de ser actriz para os meus filhos quando só me apetece chorar! 

Por mais que nos confortem com palavras, abraços e beijos nada faz-nos superar a perda de um pai! 

Por mais que o marido me ligue várias vezes e me diga sempre "Se precisares de ajuda pede!" tudo é dificil. 

A adrenalina que corria nas veias todos os dias, que me fazia sair do trabalho a correr para o ir ver desapareceu, e com ela foi toda a energia. 

É doloroso voltar à minha rotina, muito penoso saber que cada vez que entrar na porta do escritório dele não o verei sentado na cadeira, não o ouvirei mais a chamar por mim! 

Mesmo depois de 3 meses fora da empresa, o que até já me poderia ter habituado mas agora é diferente... agora sei que ele não voltará! 

Não passou nem uma semana, passaram 2 dias desde o funeral mas a saudade é enorme! 

Estes dois últimos dias fizemos jantar em casa da mãe onde estivemos todos presentes, mas para mim faltava ali ao meu lado esquerdo uma das peças chaves da minha base de apoio! Falta-me ali aquele murmurinho a resmungar que o meu pequeno mais novo não come! 

Sinto muito a falta dele é doloroso, mais do que poderia imaginar. 

Já tinha sentido a perda do meu avô o único que conheci e não me recordo de tanta saudade e dor como agora! 

Sei que o caminho é para a frente, sei que tenho de fazer cara bonita e de forte para que nenhum de nós desabe mas é doloroso! 

Pai sinto a tua falta mais do que nunca, não te esquecerei e sempre recordarei o que de bom tivemos juntos. As nossas viagens a 6 (familia) para a alemanha de carro, as viagens de final de semana, os jantares, os aniversários, os finais de semana em tua casa na piscina mas o que mais me vai custar é continuar a fazer férias de verão no mesmo local e não te ver lá naqueles últimos dias que passavamos juntos! 

 

NOTA: O dia 5 continua a ser o mau olhado. 

5 Março 1972 - Avó Materna

5 Setembro 1994 - Madrinha (irmã da mãe)

5 Janeiro 2000 - Avô Materno

5 Maio 2000 - Tia Materna

5 Abril 2019 - Pai 

 

 

 

13
Mar19

Sabem o que eu gosto mesmo? #2

Ana Gomes

Alguém conhece pessoas (se é assim que lhes podemos chamar) que dizem que familiares são aqueles que têm o mesmo sangue deles? São unicamente os filhos, sobrinhos, tios, pais, irmãos, primos... pois é... agora aquilo que eu gosto mesmo! 

O que eu gosto mesmo de ver é nas redes sociais desta gente fotos de capa de pessoas que segundo afirmam com orgulham são família!!! WHAT??? Mas quem consta das fotos não é do mesmo sangue??? E agora??? 

Dá-me urticária! 

 

24
Fev19

O que mais me custa?

Ana Gomes

O que mais me custa é saber que estou a um passo de o perder!

Está por um fio e pouco há a fazermos!

No espaço de 2 meses tudo foi passado a correr e muito rápido não tivemos tempo para mais! Fizemos o melhor que podiamos e o melhor que conseguimos e isso conforta-me!

Saber que ainda lhe demos esperança quando mais ninguém o fez aqui e nem quiseram saber dele. 

Ele só pedia mais 6 meses só isso e pouco mais de 2 lhe foram dados! 

Estáo por um fio, um passo de bébé... depois de uma noite complicada foi levado para a UCI e agora resta-nos esperar. 

Uma espera dolorosa que nos deixa amargurados sem saber muito bem o que fazer. 

Só me resta ter fé e rezar a Deus pelo bem e pelo mal... para que pelo menos se as coisas correrem para o mal o meu pai tenha o descanso merecido! 

 

Peço desculpa desabafar assim convosco!

22
Fev19

"Abandonarei" o blog por uns tempos

Ana Gomes

Olá a todos, 

Desde já agradeço todo o apoio que me dera m até hoje em todos os momentos. 
Como todos vocês sabem o estado de saúde do meu pai não é favorável e cada dia piora um pouco... as melhoras são quase nenhumas. 

Não tenho muita paciência para estar aqui diariamente mas sempre que me der vontade passarei por cá! 

Digamos que o blog vai ficar temporáriamente suspenso mas eu andarei por aqui na mesma para vos aborrecer! A paciência para vos escrever diariamente não é muita e tudo isto está-me a deixar desgastada, stressada e deprimida! 

Tento manter a vida o mais normal possivel mais pelos miúdos do que por mim! 

Peço-vos desculpa por abandonar este espaço mas não deixarei que ganhe ervas! 

19
Fev19

Sabem quando acordam...

Ana Gomes

... olham para o relógio e ainda são 5h da madrugada e pensam... "ah que eu ainda vou dormir mais umas horitas!"

E depois andamos às voltas na cama, vira para um lado, vira para o outro e finalmente quando conseguimos adormecer faltam 15 minutos para o despertador tocar! 

Hoje aconteceu-me mas borrifei-me para as horas levantei-me à hora que quis levei os miudos à escola a horas, entrei a horas e percebi que não tenho de andar a correr feito louca de manhã! 

18
Fev19

Sair para não deprimir

Ana Gomes

Já andava num estado depressivo algum tempo e por vezes com ataques de pânico! 

Após sabermos deste problema de saúde do meu pai piorei, só quero ficar em casa, deitada na cama  longe do barulho. 

Pedir-me para ir a algum lado é quase uma obrigação. Desisti por completo de fazer o intercâmbio escolar que todos os anos os pais fazem na escola por pura falta de vontade e expliquei aos pequenos o porquê.

De segunda a sexta levanto-me com a força e motivação de continuar o trablho que o meu pai fez (a empresa) para que tudo ande sobre rodas se não fosse para o deixar orgulhoso de nós não o faria. 

Mas neste sábado que passou decidi que tinha de sair para almoçar fora e acabei por descobrir na minha terrinha um hamburgueria bem ali ao pé da porta de casa... ò meu Deus mas que delicia. 

O ambiente é descontraído, os funcionários fantásticos, a comida deliciosa... têm até menus mini para os mais pequenos que maravilha! 

Hamburgueria D'Avó Ana, na casa de Santo António junto à escola Secundária de Gondomar. 

IMG_1761.JPG

 

Dou-vos um conselho muito útil... ou marcam mesa ou vão na hora de abertura se não estão sujeitos a ficar à espera de mesa! 

Deixo-vos aqui fotos das delicias... 

 

15
Fev19

Sabem o que eu gosto mesmo?

Ana Gomes

Gosto quando os meus filhos estão entretidos numa sala de espera de hospital com os tablets e telemóveis e há um casal que diz em voz alta para a filha  “não tens idade para ter telemóvel!”

E deitam-me um olhar reprovador e eu facilmente sorrio para o casal o mesmo vira o olhar para outro lado e eu pisco o olho à pequena menina. 

Explicando melhor, ontem o meu filho mais novo iniciou uma vacina para as alergias e como sabia de antemão que teriamos que lá estar pelo menos 2 horas levei comigos o tablet do mais novo e o telemóvel do mais velho! Pequenos itens que só saem de casa nestas alturas os meus filhos não andam com elas na mão o dia todo! 

Mas há outra situação... um dia ao final do dia saí de casa com eles para ir ao talho fazer umas compras para a minha mãe... eles cansados do dia de escola vinham quase que a passo de caracol e eu virei-me para trás e disse-lhes "vocês vão-se despachar ou eu vou-me chatear!" ao dizer isto vem o casal perfeito de mão dada a passar e o senhor muito dono do seu nariz sai com um "no meu tempo bastava os meus pais olharem para mim que eu ficava fino agora deixam os miúdos fazerem tudo!".

O meu filho mais velho percebendo que a AQUELA boca era para mim e tendo o feitiosinho de merda como eu pergunta-me "mãe aquele senhor falou para nós!" eu a rir-me só lhe disse alto e bom som (sim o casal ainda ia ao pé de nós) "sabes filhos há pessoas que adoram dar palpites sobre como educar crianças mas que por algum motivo não as têm e se calhar é melhor que nem as venham a ter!"

Olhei para o senhor e ele enfiou os olhos no chão a namorada ou esposa não sei ao certo olhou para ele e acho que ficou mais envergonhada que ele. 

Por isso minha gente... um aviso a todos aqueles que passam por mim ou terão probabilidade de passar não critiquem com ou sem filhos os pais são sempre diferentes. 

Os pais que estavam no hosptital ontem em quanto estiveram na sala de espera foram as únicas palavras de dirigiram à pequena menina que ficou ali a olhar para os meus... eu mesmo com telemóveis e tablets interajo com eles, jogo com eles e ainda assistimos a videos engraçados juntos e as horas acabam por passar mais depressa. 

A quem não tem filhos e acha que sabe de pedagogia educativa, antes de falarem façam os filhos e depois verão como é que o peixinho morreu! 

 

Bom dia e obrigada era só isto! 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Twitter

instagram

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

As minhas Leituras